CONHEÇA O SEU CARRO

PNEUS

Os pneus são o único ponto de contacto com a estrada. Afectam a direcção assistida, os travões e a aderência do seu veículo.

A profundidade mínima do desenho dos pneus deve ser, pelo menos, de dois milímetros. Além do mais, não deverão apresentar uma deterioração irregular, o que indicaria um defeito na suspensão.

O estado das jantes também tem importância.

Verifique se não têm muitos sinais ou riscos e mova-os da esquerda para a direita e vice-versa. Se, durante este teste ouvir um estalido ou som estranho, pode haver graves problemas nos eixos.

É muito importante verificar, periodicamente e a frio, a pressão dos pneus e ajustá-la às recomendações do fabricante e das condições de utilização.

Tanto se um pneu tiver mais pressão do que o normal como se tiver menos pressão do que o indicado pelo fabricante, a sua vida útil será seriamente prejudicada e o desgaste da banda de rolamento ocorrerá de forma irregular.

Um alinhamento correcto da direcção é muito importante para garantir uma boa adesão ao pavimento. Circunstâncias como bater numa berma ou cair de forma brusca numa depressão podem provocar desajustamentos no alinhamento da direcção. O alinhamento da direcção deve ser verificado, pelo menos, uma vez por ano.

O equilíbrio do pneu é outra característica que deve ser tida em conta no que se refere à manutenção do mesmo. Um pneu desequilibrado provoca vibrações que se transmitem ao volante de direcção (e que são claramente perceptíveis pelo condutor a uma determinada velocidade) e ao tablier (com o ruído consequente). Além disso, este desajustamento provoca a deterioração prematura do pneu por desgaste e dos elementos da suspensão por sobre-exposição, além de um aumento no consumo de combustível.

As colisões sobre os pneus ou as jantes, tais como bater na berma ou cair em depressões, podem desajustar o equilíbrio da roda; em tais casos, é conveniente rever o equilíbrio desta e o alinhamento da direcção.

Para melhorar o controlo sobre o veículo, os pneus em melhor estado devem ser montados no eixo traseiro. Não interessa se é um veículo de tracção ou propulsão. Monte sempre os pneus novos ou em melhor estado sobre o eixo traseiro para conseguir a máxima estabilidade em situações difíceis, tais como curvas fechadas ou travagens bruscas.